Bolsonaro prorroga auxílio em mais 4 parcelas de R$300

O presidente Jair Bolsonaro, na companhia de lideranças do governo e do ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou, na manhã desta terça-feira, a extensão do auxílo emergencial por mais quatro meses, mas com um valor de R$ 300. 

O pronunciamento foi feito após uma reunião do governo. O primeiro a falar foi o presidente, que destacou ser muito pesado para a economia brasileira a continuidade do auxílio no valor de R$ 600. “Decidimos então prorrogar até o final do ano o auxílio emergencial. O valor de R$ 600 é muito para quem paga e podemos dizer que já não é uma quantia suficiente, mas basicamente atende às necessidades. Agora, nós decidimos fixá-lo (o valor do auxílio) em R$ 300”, resumiu. 

O auxílio emergencial foi criado em abril desse ano para ajudar as familias mais carentes durante a pandemia do Novo Coronavírus, seria de início 03 parcelas, depois mais 02 foram acrescentadas no mesmo valor de R$600 e hoje mais quatro parcelas foram acrescentadas no valor de R$ 300,00.

O ministro Paulo Guedes também comentou a extensão do benefício. “Tivemos uma reunião excelente e agora vamos estender a camada de proteção durante a pandemia. Concordamos em fazê-lo por mais quatro meses. É preciso lembrar também que a reforma administrativa é importante também, porque pode não mudar para quem já está atuando, mas irá redefinir a trajetória do serviço público. É fundamental dizer isso porque estamos de olho não só no presente, mas também no futuro, com a implementação de reformas”, disse. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *