Depois de Criciúma, Cametá é alvo de ataque de quadrilha de roubo a banco

Um dia depois do ataque de bandidos armados à cidade de Criciúma, no sul de Santa Catarina, moradores de Cametá (PA), cidade localizada a 235 km de Belém do Pará, relatam noite de terror com barulho de tiros durante a madrugada desta quarta-feira (2). A Secretaria de Segurança no Pará confirma o assalto a uma agência bancária.

Segundo informações iniciais, o grupo cercou o Batalhão da Polícia Militar na cidade. Imagens das redes sociais, gravadas por moradores, mostram cidadãos assustados com o barulho das rajadas de tiros.

Continua após a publicidade.

O governador do estado do Pará, Helder Barbalho (MDB), em seu perfil no Twitter disse que está “em contato com a cúpula da segurança pública do Estado acompanhando as providências que estão sendo tomadas”, afirmou.

Além disso, concluiu seu post afirmando que não medirá “esforços para que o quanto antes seja retomada a tranquilidade e os criminosos sejam presos”, disse.

O prefeito de Cametá, Waldoli Valente (PSC), em sua página no Facebook afirma que uma pessoa morreu, no entanto não há confirmação de mortos ou feridos por parte das autoridades policiais.

Post rede social do prefeito de Cametá - Reprodução rede social
Imagem: Reprodução rede social

Em nota, a Secretaria de Segurança no Pará afirmou que assim teve a confirmação da ação em Cametá, deslocou equipes de batalhões do Bope e outras unidades de polícia, além de aeronaves para dar apoio ao município. Nota completa abaixo.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará (Segup) informa que desde o momento que foi confirmado sobre o assalto a uma agência bancária no município de Cametá, equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), do Batalhão de Ações de Cães (Bac), da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) e duas aeronaves do Grupamento Aéreo de Segurança Pública do Pará (Graesp) se deslocaram para dar apoio no município. Segundo informações preliminares, não há mortos. Mais informações serão divulgados ao longo do dia.

Na noite anterior o assalto a duas agências do Banco do Brasil no centro de Criciúma (SC) provocou terror na cidade na madrugada desta terça-feira. Além de rajadas de tiros, os criminosos fizeram barricadas com carros, espalharam explosivos e usaram reféns como escudo para evitar a aproximação de policiais. Segundo a polícia, os reféns foram soltos. Os bandidos fugiram e ninguém foi preso até o momento.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *