Diretor clínico de Cambuci informa a identificação de variante da Covid-19, B.1.1.7

Na noite desta segunda-feira 19 de abril o diretor clínico do Hospital Moacyr Gomes de Azevedo em Cambuci-RJ no Noroeste Fluminense divulgou em sua rede social a identificação de uma variante da Covid-19, conhecida como B.1.1.7.

De acordo com o diretor clínico Tiago Velasco, foram encontradas a variante em duas amostras de pacientes do município de Cambuci durante o sequenciamento genômico pela SIEVS-RJ.

¨Foi encontrada a nova variante COVID B.1.1.7 em duas amostras de pacientes de Cambuci durante o sequenciamento genômico pela SIEVS-RJ!
Vamos redobrar os cuidados!¨ – Publicou Tiago Velasco

A variante B.1.1.7 foi identificada em setembro de 2020, no Reino Unido. Atualmente, a cepa está distribuída em 120 países, incluindo o Brasil. Um estudo publicado na revista científica BMJ, em março, apontou que a variante britânica é até 64% mais letal. Os pesquisadores verificaram que a variante foi associada a 227 mortes em uma amostra de 54.906 pacientes, em comparação com 141 mortes entre o mesmo número de pacientes infectados com cepas anteriores.

Segundo um estudo publicado na revista Science, a variante pode ser até 90% mais transmissível. “Foi identificada uma mutação na variante inglesa, localizada na parte da molécula que faz a absorção do vírus à superfície da célula, que provoca uma absorção mais forte do vírus na célula, o que aumenta a capacidade de infecção. Na Inglaterra, existe uma relação estatística bem forte e comprovada, observada em laboratório, de uma maior infecciosidade dos vírus da variante britânica”, explicou Fernando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *