Entenda como funciona a comissão por trabalho

O pagamento de comissões motiva os colaboradores e ajuda a diminuir a rotatividade de Pessoal.

A comissão por trabalho é uma forma de remuneração comumente adotada pela área de vendas. Dessa forma, trabalhadores recebem conforme o desempenho, com chances de aumentar o salário de acordo com o volume de vendas que realizam no mês.

Existem diversas modalidade de comissão. Contudo, o objetivo principal de todas elas é incentivar o colaborador a cumprir com as metas estabelecidas pelos gestores, auxiliando a empresa a alcançar melhores resultados.

Comissão por trabalho na CLT

A comissão está especificada na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT):

Art. 457. Compreendem-se na remuneração do empregado, para todos os efeitos legais, além do salário devido e pago diretamente pelo empregador como contra-prestação do serviço, as gorjetas que receber.

§ 1º Integram o salário, não só a importância fixa estipulada, como também as comissões, percentagens, gratificações ajustadas, diárias para viagem e abonos pagos pelo empregador.

§ 2º Não se incluem nos salários as ajudas de custo, assim como as diárias para viagem que não excedam de 50% do salário percebido pelo empregado”.

De acordo com as normas estabelecidas na CLT, a comissão é parte integrante do salário, ou seja, deve ser contabilizada na folha de pagamento e no cálculo de direitos trabalhistas.

Comissão por vendas

Há duas categorias de comissionistas, em cada uma delas o colaborador é gratificado de uma forma. Entenda:

Comissionista puro

É quando a comissão por trabalho é o único componente da remuneração. Nesse caso, o empregador deve complementar a remuneração apenas se a comissão não atingir o valor de um salário mínimo ou de um salário-base da categoria.

Comissionista misto

É quando a comissão por trabalho é um complemento na remuneração, ou seja, o comissionista misto possui um salário fixo e a comissão é um acréscimo.

Qual o valor da comissão por trabalho?

O empregador define a porcentagem de comissão e a categoria em que os seus colaboradores serão inseridos, puro ou misto.

Para evitar desentendimentos, é preciso que tudo seja esclarecido no momento da admissão. Além disso, o contrato de trabalho deve conter todas as informações sobre o pagamento das comissões.

Qual o melhor tipo de comissão por trabalho?

Existem diversas modalidades de comissão. É importante que o empregador escolha a mais adequada para a área de atuação da empresa e para o modo de trabalho da equipe.

Antes de definir o tipo de comissão, considere:

  • Valor do produto ofertado;
  • Colaboradores comissionistas puros ou mistos;
  • Quantidade de colaboradores da empresa;
  • Margem de lucro;
  • Faturamento mensal;
  • Prazo de pagamento da comissão;
  • Metas reais de vendas.

Conheça cinco tipos de comissão por trabalho:

1 – Comissão por venda

É o tipo mais comum de comissão por trabalho. Na comissão por venda, o colaborador recebe uma porcentagem por cada venda realizada. A porcentagem é fixa, portanto, não varia conforme o valor ou tipo de produto vendido.

2 – Taxa de colocação

Por cada venda concretizada, o colaborador é gratificado com um valor fixo pré-determinado, que independe do valor do produto.

3 – Comissão escalonada

O percentual de comissão é crescente e definido de acordo com a quantidade de produtos vendidos ou valor de venda.

Exemplo: quando o colaborador vende até R$ 5 mil recebe 1% de comissão; quando vende entre R$ 5 mil e R$ 10 mil recebe 2% de comissão.

4 – Comissão por faturamento

O faturamento de uma empresa é o valor arrecado com as vendas, sem qualquer desconto. Nessa modalidade de comissão por trabalho os colaboradores recebem uma porcentagem do faturamento total da empresa, desde que ele atinja o valor estipulado como meta.

5 – Comissão por lucro

O lucro de uma empresa é calculado a partir do faturamento mensal e do desconto de custos. A porcentagem da comissão, portanto, não vem do total valor da venda, mas sim da margem de lucro.

Exemplo: Um produto é vendido por R$ 1000 e rende o lucro de R$ 800 para a empresa. A comissão por lucro destinada ao vendedor é de 10%. Logo, o colaborador receberá R$ 80.

Lembre-se que a escolha do melhor tipo de comissão por trabalho depende da estratégia que cada empregador segue para realizar a gestão financeira do seu negócio.

Fonte: Por Bianca Neves, ViaCarreira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *