Estado do Rio atinge a meta de vacinação contra a Febre Aftosa

O estado do Rio de Janeiro registrou o índice de 90% de bovinos e bubalinos vacinados contra a Febre Aftosa, atingindo a meta inicial, mesmo com as dificuldades enfrentadas pela pandemia de Covid-19. A segunda etapa da campanha de vacinação, realizada no período de 1° de novembro a 15 de dezembro, teve como objetivo imunizar bovinos e bubalinos de zero a 24 meses de idade. 

– Quero ressaltar a importância dessa campanha de vacinação para todo o estado. Estamos avançando rumo à retirada da vacinação contra a febre aftosa no estado do RJ até 2022 – ressaltou o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz, que destacou o trabalho dos servidores da Defesa Agropecuária.
 

Em função da pandemia, o estado prorrogou o prazo da campanha de vacinação e criou um novo sistema digital elaborado pelo Centro de Tecnologia e Informação e Comunicação do Estado do Rio (Proderj), que disponibilizou os formulários digitais para lançamento dos dados de rebanho e cadastro on-line. As ações fizeram com que o produtor tivesse amplo acesso à informação e pudesse, mesmo durante a pandemia, se adaptar às formas digitais de envio das informações da declaração.
 

– Esse resultado só foi possível  graças à parceria que existe entre o órgão oficial de Defesa Agropecuária, os produtores, as secretarias municipais de Agricultura, a extensão rural e a Federação da Agricultura do Estado do Rio de Janeiro. A união fez com que o produtor tivesse acesso às informações e pudesse entregar a declaração dentro do prazo – afirmou o superintendente de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique de Moraes. 

A imunização dos animais contra a Febre Aftosa é fundamental para garantir o status de reconhecimento de zona livre com vacinação. Vale lembrar que o produtor que não vacinou seu rebanho estará sujeito à multa. As declarações continuam sendo lançadas no sistema informatizado da Defesa e o resultado final será enviado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no dia 30/01.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *