Estado inicia a distribuição da segunda remessa das doses da vacina contra a COVID-19

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) inicia, nesta terça-feira (02/02), a entrega da segunda dose da vacina CoronaVac contra a Covid-19 para os 92 municípios do Estado. As 244.560 doses do imunizante são reforço da primeira dose disponibilizada para as secretarias municipais de Saúde, no último dia 19 de janeiro, garantindo que o esquema vacinal seja cumprido no intervalo de 21 dias.

Nesta terça-feira, a partir das 8h, caminhões começam a deixar a Coordenadoria Geral de Armazenagem (CGA), em Niterói, levando doses da vacina para as cidades do Rio de Janeiro, Niterói, Maricá e São Gonçalo. Para os demais 88 municípios, a entrega será realizada na quarta-feira (03/02), por via aérea. A partir das 7h, cinco aeronaves, sendo uma da Secretaria de Polícia Civil, duas do Corpo de Bombeiros e duas do Governo do Estado, iniciam a operação para a distribuição das vacinas. A logística prevê que um helicóptero atenderá mais de um município.

Uma nova remessa, com 42.400 doses de CoronaVac, também será enviada aos municípios para que sejam utilizadas como 1ª dose, ampliando a cobertura do público prioritário, conforme preconizado pelo Ministério da Saúde e orientação da SES aos municípios. O quantitativo referente à segunda dose para essas pessoas está reservado e será enviado dentro do prazo para aplicação.

Outras 7.350 doses da vacina Oxford/AstraZeneca também serão encaminhadas para unidades de saúde da rede estadual e militar. Os imunizantes vão reforçar a vacinação dos trabalhadores de saúde da linha de frente do atendimento a pacientes com Covid.

Público prioritário – A Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS), da SES, enviou um ofício aos 92 municípios, no último dia 25, em que ressalta ser de extrema importância que os responsáveis técnicos e gestores municipais organizem suas ações de imunização priorizando os grupos elencados no Programa Nacional de Imunizações. A SVS recomenda ainda que os municípios organizem suas agendas de imunizações de acordo com o número de doses que serão aplicadas no dia, de forma que o frasco multidoses seja utilizado em sua plenitude. Devem ser vacinadas, neste momento:

– Pessoas com 60 anos ou mais que residem em instituições de longa permanência para idosos, como casas de repouso, asilo ou abrigos;

– Pessoas com deficiência que vivem em residência inclusiva para jovens e adultos com deficiência;

– Indígenas maiores de 18 anos vivendo em terras indígenas;

– Trabalhadores dos serviços de saúde envolvidos no atendimento a pacientes com Covid;

– Profissionais de saúde envolvidos na vacinação dos grupos elencados;

– Trabalhadores das Instituições de Longa Permanência de Idosos e de Residências Inclusivas;

– Trabalhadores de instituições de acolhimento institucional em residência inclusiva para jovens e adultos com deficiência.

Balanço da vacinação – Até as 18h desta segunda-feira (01.02), 89 municípios registraram 222.300 pessoas imunizadas contra a Covid-19 no estado. O balanço foi realizado por meio de busca ativa, a partir da gerência de Imunização da Vigilância Epidemiológica da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, junto às coordenações/gerências de imunização dos 92 municípios do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *