Expectativa de venda de flores no Rio aumenta em 60% com o início da primavera

Com o início da primavera, a expectativa de venda de flores no estado aumenta em 60%.

Segundo a Secretaria de Agricultura, o Rio de Janeiro cultiva diversas espécies e variedades, como a rosa, alstroemérias, crisântemos, gérberas e lírios. Nesta época do ano, acontece a criação e a renovação de jardins elaborados, por isso, há uma perspectiva no aumento de venda de planta ornamentais e flores.

“Essa variedade está florindo agora. Ela já tem duas, três semanas, aberta. É uma variedade que dura muito. Ela chega a durar três meses florida tranquilamente. A pessoa sabendo cuidar pode fazer florir três vezes por ano. Ela dura, praticamente, nove meses florida ao longo do ano”, explica o gerente Eduardo Haga.

Para quem cultiva de orquídea em casa, a primavera pode dar aquela forcinha para fazer algumas mudanças. A planta que tiver com muda é um exemplo, como explica Eduardo. “A primavera é uma época muito legal para a orquídea, porque ela está saindo da estação do frio, do inverno, e começa a emitir broto novo. É uma boa época para replantar sua orquídea”, comenta.

O secretário Estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Marcelo Queiroz, explica que o Rio tem mais de 900 produtores, e ocupa o segundo lugar no ranking brasileiro no cultivo de flores.

Entre as principais regiões produtoras no estado, a Região Serrana se destaca com a floricultura de corte e clima temperado. Já a Região Metropolitana tem a produção voltada para a flores tropicais de corte e plantas ornamentais. Juntas, as localidades concentram mais de 80% do total dos agricultores do setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *