Histórias da Serra: bombeiro destaca ajuda que quarteis receberam da população nas ações de resgate

O comandante do quartel dos bombeiros de Nova Friburgo, Tenente-coronel Fábio Gonçalves, participou dos resgastes da maior tragédia natural sofrida pela Região Serrana, causada pelas fortes chuvas que atingiram a região, há 10 anos. Na época, ele havia sido acionado para atuar em uma ocorrência menor, e ao voltar ao quartel, já foi imediatamente enviado para outros chamados, percebendo então a gravidade da situação. Fábio Gonçalves participou de vários resgates e viu um colega dos bombeiros se tornar uma vítima fatal do desastre. Ele relembrou momentos que nunca mais serão esquecidos e ressaltou a participação ativa dos moradores nas ações.

– Nós não dormimos nos três primeiros dias e o que mais me impressionou foi como a cidade ficou devido à catástrofe e o auxílio que recebemos da população. Desde o primeiro momento, pessoas chegavam no quartel para ajudar. Tivemos 30 equipes, sempre com civis e bombeiros, foi realmente impressionante a quantidade de gente que queria nos ajudar – destacou o comandante.

Desde a tragédia, o Governo do Estado investe em obras de recuperação e de prevenção a desastres na região. Em dezembro, foi lançado o Plano de Contingência para as Chuvas de Verão 2020/2021. O documento traça protocolos para resposta rápida e integrada a emergências causadas por chuvas intensas, garantindo a proteção da população, além de reduzir danos e prejuízos.  Além disso, a Secretaria de Defesa Civil conta com o sistema de alerta e alarme por sirenes e o Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais. Após o maior desastre natural do país, a secretaria tem monitorado e emitido alertas sobre as condições meteorológicas e realizado capacitações com as Defesas Civis municipais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *