INSS vai devolver R$ 57 milhões a aposentados e pensionistas

 Aposentados e pensionistas do INSS terão de volta R$ 57 milhões ao longo da próxima semana. O montante, que será devolvido na forma de crédito em folha, é referente a descontos indevidos de contribuições feitas nos contracheques dos segurados por quatro associações.

Ontem, o instituto cancelou os convênios com a Associação Beneficente de Auxílio Mútuo ao Servidor Público (Abamsp), Associação Nacional de Aposentados e Pensionistas da Previdência (Anapps), Associação Brasileia de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Asbapi) e Central Nacional dos Aposentados e Pensionistas (Centrape). 


Segundo o INSS, juntas, as entidades concentram mais de 800 mil filiados e 90% de todas as reclamações relacionadas a descontos irregulares referentes a mensalidades não autorizadas pelos segurados.

A decisão foi comemorada por Yedda Gaspar, presidente da Federação das Associações de Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio (Faaperj) “Achei justo suspender o repasse e agora cancelar os convênios”, diz Yedda, que alerta: “O governo tem que ver os bancos que oferecem empréstimo com o gerente obrigando o aposentado a fazer seguros e consórcios. Não pode haver venda casado, no entanto, há”.


As quatro entidades que não poderão mais fazer desconto associativo com débito direto em folha somam 27.422 reclamações na Ouvidoria do INSS, 10.452 processos judiciais por práticas abusivas e descontos indevidos, 5.137 reclamações no Reclame Aqui e 61 procedimentos instaurados por Ministério Público Federal (MPF), Defensoria Pública, Procons e Polícia Civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *