Limpa Rio inicia o desassoreamento de corpos fluviais em Campos

A Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) iniciaram, nesta segunda-feira (19/4), a limpeza e o desassoreamento de trecho de cerca de 12 quilômetros dos canais São Bento e Coqueiros e do Rio Cacomanga, em Campos, Norte Fluminense, para a retirada de um total de 126 mil metros cúbicos de sedimentos. As intervenções têm por objetivo melhorar o escoamento desses corpos hídricos, de forma a minimizar as inundações decorrentes do transbordamento dos mesmos.

– Estamos avançando por todo o Estado através do Limpa Rio. Em Campos, o programa vai garantir a preservação desses rios e atuar de forma preventiva na mitigação do impacto das chuvas fortes – destaca o secretário do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha.

No rRo Cacomanga, a previsão é retirar, em trecho de quatro quilômetros, cerca de 42 mil metros cúbicos de sedimentos; do Canal Coqueiro, aproximadamente 65 mil metros cúbicos de material em seis quilômetros de extensão; e no Canal São Bento, 20 mil metros cúbicos de sedimentos em trecho de cerca de um quilômetro de extensão.

Desde janeiro, o órgão ambiental estadual realiza intervenções em 30 corpos hídricos de 19 cidades: São João de Meriti, Duque de Caxias, Belford Roxo, Areal, Teresópolis, Nova Friburgo, Rio de Janeiro, Quissamã, Itaboraí, Três Rios, Rio Bonito, Japeri, Cordeiro, Itaocara, São Gonçalo, Seropédica, Magé, Itaguaí e Sapucaia. Em 2020, o Inea retirou 1 milhão e 198 mil metros cúbicos de sedimentos de 79 rios e canais localizados em 20 cidades fluminenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *