Mapa de risco da Covid-19: Cidades da região Noroeste Fluminense e Serrana na bandeira VERMELHA

A 22ª edição do Mapa de Risco da Covid-19 mostra que a situação da pandemia se encontra em risco alto (vermelho) no Estado do Rio de Janeiro. A região Centro-Sul está classificada com risco muito alto (bandeira roxa), devido ao aumento dos indicadores de capacidade de atendimento e epidemiológicos (óbito e internações). As regiões Serrana, Noroeste e Metropolitana I estão classificadas com risco alto (bandeira vermelha) e as regiões Litorânea, Metropolitana II, Médio Paraíba, Norte e Baía de Ilha Grande estão classificadas com risco moderado (bandeira laranja), conforme mapa de risco da Covid-19. A análise compara a semana epidemiológica 09 (de 28 de fevereiro a 06 de março) com a 07 (14 a 20 de fevereiro) de 2021.

Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

Na comparação do período analisado (28/02 a 06/03 com 07 a 13/03), o Rio de Janeiro apresentou uma redução do número de óbitos (-10%). Houve, porém, aumento de casos de internações por síndrome respiratória aguda grave (+20%). As taxas de ocupação de leitos no estado, nesta sexta-feira (19.03), estão em 85,1% para leitos de UTI, e em 65,6% para leitos de enfermaria. Os resultados dos indicadores devem auxiliar na tomada de decisão dos gestores públicos, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada região.

A Secretaria de Estado de Saúde informa que vem trabalhando diuturnamente para aumentar a oferta de leitos e, neste mês, abriu 98 leitos, sendo 93 de UTI. Além disso, a Secretaria publicou um chamamento público para contratar 300 leitos na rede privada, sendo 100 de UTI, nesta sexta-feira (19.03). O processo de licitação para abertura de 150 leitos no hospital modular de Nova Iguaçu está em andamento, e a abertura da unidade está prevista para abril. O Governo do Estado recomendou às prefeituras que se unam em uma força-tarefa para a abertura de vagas e que elas sejam disponibilizadas na central de regulação unificada.

Enfrentamento à Covid-19 – A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que, até o momento, recebeu do Ministério da Saúde (MS) 2.310.120 doses da vacina contra a Covid-19, sendo 1.929.120 da CoronaVac e 381 mil da Oxford/AstraZeneca. Até esta quinta-feira (18.03), foram distribuídas 1.953.290 doses, sendo 1.343.730 para primeira aplicação e 609.560 para segunda.

Balanço vacinação – Até as 9h desta sexta-feira (19.03), 92 municípios registraram 833.020 pessoas imunizadas com a 1ª dose da vacina contra a Covid-19. Destas, 291.549 já receberam a 2ª dose. O balanço foi realizado por meio de busca ativa, a partir da gerência de Imunização da Vigilância Epidemiológica da Subsecretaria de Vigilância em Saúde, junto às coordenações/gerências de imunização dos 92 municípios do estado. O balanço é atualizado diariamente e pode ser acompanhado pelo Portal Vacinação Covid-19 (https://vacinacaocovid19.saude.rj.gov.br/vacinometro).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *