Moradores do Chalé em Pádua, pedem solução com aparecimento de escorpiões

Moradores do bairro Chalé em Santo Antônio de Pádua pedem solução com aparecimento de escorpiões.

A espécie encontrada no local é  Tityus serrulatus, conhecido popularmente como escorpião-amarelo, é um escorpião típico do Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do Brasil. Esta é a principal espécie que causa acidentes graves e óbitos, principalmente em crianças. Apesar de possuir as pernas e a cauda amarelo-clara, seu tronco é escuro

Moradores relatam que já realizaram vários tipos de denúncias mas nada foi feito até o momento, crianças estão com medo de brincarem na rua ou em casa, ainda de acordo com os moradores existem terrenos que não são limpos pelos seus donos.

De acordo com a Lei n° 3.801-17 do município, o proprietário do terreno ou imóvel deverá manter o local limpo ou será notificado, se o local não for limpo após 7 dias da notificação o mesmo será multado, ainda no texto da Lei, caso o proprietário não realizar a limpeza, a prefeitura deverá realizar o serviço e as despesas sendo fixada ao terreno.

¨Ta complicado o descaso que estamos passando, já apareceram 12 escorpiões aqui em casa, toda vez eu denuncio e ninguém toda providência nenhuma, vão esperar uma criança ou um idoso ser picado?¨

¨Será que vocês só vão tomar providências quando morrer alguém no nosso bairro? Pelo amor de Deus tomem providências rápido.¨

¨Já mordeu uma senhora e por sorte não aconteceu o pior, acho que estão esperado uma morte para tomar providência.¨

¨Sou moradora do bairro Chalé e hoje eu encontrei mais um dos vários que já apareceram na minha casa, minha filha está de resguardo com meu netinho bebezinho e tem outro de cinco anos que está com medo de brincar dentro e fora de casa.¨

Esses são alguns relatos de moradores do bairro Chalé em Santo Antônio de Pádua.

Nossa equipe entrou em contato com a assessoria de imprensa da prefeitura, onde nos informou que encaminhará uma resposta sobre o caso.

MATÉRIA EM ATUALIZAÇÃO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *