Prefeitura de Campos fecha shoppings, bares, academias, salões de beleza e igrejas por uma semana

O município de Campos voltou para a fase laranja do Plano de Retomada das Atividades Econômicas e Socais. A medida foi anunciada na manhã desta segunda-feira (18) e passa a valer a partir desta terça-feira (19). Entre os locais que serão fechados por uma semana estão: bares, restaurantes e lanchonetes, (apenas atendimento delivery está autorizado), academias, (inclusive de condomínios), estádios, igrejas, shoppings e festas. O uso de equipamentos em praças públicas também está proibido.

Segundo o Subsecretario de Atenção Básica, Vigilância Sanitária e Promoção em Saúde de Campos, Charbell Kury, Campos está próximo de um colapso na Saúde e o objetivo é que o contagio seja reduzido.

“Precisamos de um tempo até que a gente possa abrir os leitos, melhorar testagem e atendimento e consolidar a vacinação. Isso é irreversível. Estamos próximos do colapso, mas graças ao prefeito e vice-prefeito, conseguimos mais leitos. A única solução que temos para campos neste momento é fazer uma restrição maior”, explicou.

O vice-prefeito, Frederico Rangel, também participou da coletiva. “Nosso município está em uma situação crítica e por isso precisamos tomar medidas mais restritivas. Tivemos um aumento considerável da ocupação das enfermarias da Covid no início do ano e semana passada quase chegamos no limite total de ocupação de nossas UTIs”, destacou. Ainda segundo Frederico, o prefeito Wladimir Garotinho está em reunião nesta segunda com o governador do Rio, Cláudio Castro, para tentar agilizar as entregas das vacinas contra o coronavírus ao município de Campos o mais rápido possível.

Segundo a chefe da Vigilância Sanitária Vera Cardoso de Mello, as restrições vão ser ainda maior na praia do Farol.

“Sexta e sábado, a partir de agora, a barreira estará estendida por mais tempo no Farol. Também já implantamos o toque de recolher por lá. Quem vai para a praia aglomerar, não vai mais. A transmissão entre os jovens aumentou muito. Pensem em ficar em casa. Quem quiser ver jogo, fazer o que for, faça em casa. Precisamos pensar também nas pessoas. É muito importante isso. Estamos tendo 3 mortes em média por dia. É altíssimo esse número. Desde o início da pandemia, 600 campistas perderam suas vidas por essa doença”, frisou.

Em instantes mais informações.

Fonte: Jornal Terceira Via

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *