Restaurante do povo em Campos começa a funcionar nesta sexta-feira

O Projeto RJ Alimenta da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDSODH) chega ao município de Campos dos Goytacazes nesta sexta-feira (7/5). Serão oferecidas 270.000 refeições de forma gratuita, no período de seis meses, totalizando 1.500 refeições diárias, entre café da manhã (500), almoço (500) e jantar (500), para a população campista em situação de vulnerabilidade social. O governador Cláudio Castro, o secretário de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Bruno Dauaire e o prefeito de Campos, Wladimir Garotinho estarão presentes.

Resultado de uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Campos e o Governo do Estado, o programa será executado através do Restaurante do Povo Romilton Bárbara, que será reaberto após quatro anos. O nome do restaurante é uma homenagem ao ex-vereador de Campos, morto em um acidente de trânsito em 2003. Romilton também foi presidente da Companhia de Desenvolvimento do Município de Campos (CODEMCA).

 A reforma do espaço, promovida pela Prefeitura, contou com apoio da iniciativa privada, que colocou instalações adequadas para que os beneficiários do programa façam suas refeições de forma confortável e segura. O espaço foi todo adaptado, respeitando todos os protocolos e recomendações de segurança e prevenção da COVID-19, como por exemplo, a colocação de placas de acrílicos nas mesas.  

Buscando prestar serviços socioassistenciais ao público atendido pelo RJ Alimenta, a Prefeitura Municipal de Campos montou uma equipe de educadores sociais para realizar abordagem e atendimento aos usuários, visando identificar demandas e encaminhá-las junto à rede de proteção social do município.

O RJ Alimenta é um equipamento de Segurança Alimentar e Nutricional gerido pelo Governo do Estado, através da SEDSODH com o objetivo de promover a segurança alimentar e nutricional para as pessoas em situação de vulnerabilidade social, oferecendo condições de saúde para  o enfrentamento da pandemia da Covid-19. O programa já distribuiu cerca de 1,5 milhão de refeições nas unidades da Biblioteca Parque, no Centro do Rio, em Nova Iguaçu,Baixada Fluminense e em Magé. Com a unidade de Campos, o RJ Alimenta passa a distribuir diariamente 7.500 refeições em suas quatro unidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *