Rio Muriaé: Itaperuna em estágio de alerta nível LARANJA

A Prefeitura de Itaperuna informa que a equipe de monitoramento do Sistema Municipal de Proteção e Defesa Civil passou a gerenciar no estágio de ALERTA (nível laranja) a situação do Rio Muriaé, cujo curso d’água registrou – em medição às 10h15min deste sábado, 26 de dezembro de 2020 – o nível de 3,94 metros (o status de ALERTA é decretado quando as cotas situam-se entre 3,89m e 4,19m). Segundo a SEMDEC a previsão de precipitação (quantidade de chuva) no setor da Bacia Hidrográfica do Rio Muriaé, à montante de Itaperuna, para as próximas 24 horas é relativamente ALTA, variando entre 22 mm e 45 mm (Miraí, Muriaé, Patrocínio do Muriaé e Laje do Muriaé), razão pela qual o nível verificado na calha poderá sofrer acréscimos nas próximas horas, o que acarretaria na elevação do estágio para o nível de ALARME (Cotas entre 4,19m E 4,49m).

O CEMADEN (Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais do Rio de Janeiro) emitiu nota, na noite de ontem (25/12), informando da possibilidade de transbordo do Rio Muriaé nas próximas horas devido aos altos acumulados pluviométricos registrados no Estado de Minas Gerais nesta semana. A Defesa Civil Municipal está de plantão, monitorando todos os dados e – de acordo com as últimas previsões, indicadores meteorológicos e pluviométricos combinados aos gráficos da situação de toda a bacia do Rio Muriaé – a avaliação é de que a probabilidade de que a cota possa chegar aos 4 metros existe, mas para que haja transbordamento é necessário que o nível d’água alcance os 4,20 metros, o que, no entanto, não é esperado até a manhã de hoje (26), de vez que a vazão está excelente (neste momento acima dos 526 mil litros por segundo).

Para que o rio apresente um transbordamento inicial (alagando a Avenida Beira Rio e elevando o estágio de monitoramento para o de ALARME) o nível d’água tem que chegar aos 4,20m. Uma situação de ALARME MÁXIMO (onde as águas alcançam a Avenida Cardoso Moreira) só acontece quando a Cota atinge os 4,50m (transbordamento final). Apesar do estágio de ALERTA, em relação ao nível do Rio Muriaé, a classificação do RISCO GEOLÓGICO (quedas de barranco), no município, em função das chuvas, ainda é “BAIXO”, bem como a do RISCO HIDROLÓGICO (inundação gradual), tido como “MODERADO”.

Fonte: Prefeitura de Itaperuna

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *