Rodovias Federais no Rio de Janeiro tem redução de 100% do número de mortes neste feriado

Além da redução em mortes no trânsito, os dados mostram redução de 11% nos acidentes nas rodovias federais fluminenses

A Polícia Rodoviária Federal encerrou às 23h59 de terça-feira (12) a operação Nossa Senhora Aparecida 2021. O início das atividades foi no dia 8 de outubro e teve como objetivo reduzir a gravidade de acidentes no trânsito e aumentar a percepção de segurança nas rodovias federais do Rio.

Houve um reforço nas fiscalizações, priorizando pontos e horários estratégicos onde há maior incidência de acidentes graves e criminalidade, conforme apontam as estatísticas do órgão. As equipes reforçaram os trechos das BRs 101-Norte (Niterói-Manilha), 101-Sul (Rio-Santos), 116 (Presidente Dutra) e 040 (Washington Luís).

Os condutores se mostraram mais prudentes em relação aos acidentes de trânsito, cuja queda foi de 11%. Também houve diminuição de 28% no uso de bebida alcoólica durante a condução. O número de autuações (infrações de trânsito) diminuíram 17,5%. Já as fiscalizações de pessoas e de veículos dobraram, considerando o mesmo período do ano passado.

No entanto, os números subiram 51% para os motoristas que fizeram uso de aparelho celular enquanto dirigiam, dado que ainda preocupa a instituição. “Essa é uma mudança comportamental que precisa ser tratada com mais intensidade”, destacou o superintendente da PRF no Rio, inspetor Romulo Silva. A PRF sempre aborda temas de segurança viária através do Cinema Rodoviário, por meio de vídeos e palestras, para assim prevenir acidentes por imprudência de condutores.

Ao todo, foram detidas 44 pessoas por diversos crimes e foram recuperados 26 veículos provenientes de roubo ou furto.

Operação Égide:

A PRF continua com a operação Égide, iniciada em 1º de outubro de 2021, que faz parte do planejamento institucional na repressão ao crime nas rodovias federais. A operação foi desencadeada após análise e mapeamento dos principais pontos críticos do Rio. As ações têm como principal objetivo o combate ao roubo de cargas, veículos e coletivos e também ao tráfico de drogas e armas nas rodovias federais fluminenses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *