Vandalismo: estrutura da barreira sanitária é destruída em Lagoa de Cima em Campos

Vândalos destruíram noite desta sexta-feira (12) a estrutura da barreira sanitária montada pela Prefeitura de Campos no acesso ao balneário de Lagoa de Cima.  A tenda que estava no local foi tombada e a lona rasgada. O banheiro químico utilizado pelos agentes também foi parcialmente destruído.

Na manhã deste sábado (13) a estrutura foi refeita e a barreira sanitária já voltou a funcionar. A ação seguirá até o final do Carnaval e, além de aferição de temperatura, também é exigida a apresentação do comprovante de residência atualizado.


O subsecretario de Segurança Pública Municipal, Marcos Moreira, informou que uma equipe está no local avaliando os danos causados pelo ato de vandalismo. “Vamos avaliar o ocorrido para proceder com o registro de ocorrência em sede policial para tentar identificar a autoria”, disse Moreira.


As ações da Barreira Sanitária em Lagoa de Cima contam com equipes da Vigilância Sanitária, Subsecretaria de Posturas, Guarda Civil Municipal (GCM).


FAROL DE SÃO TOMÉ – Na entrada da praia campista a ação de fiscalização segue normalmente. Não há registro de crime ao patrimônio público como o ocorrido em Lagoa de Cima. Neste local as pessoas estão conscientes da importância da barreira e seguindo as normas exigidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *