Empresa especializada inicia trabalhos para retirar destroços da passarela que caiu em Gargaú

O caminhão guindaste de uma empresa especializada começou a atuar na retirada dos destroços da passarela de pedestres que desabou em um canal de Gargaú, em São Francisco de Itabapoana (SFI). Representantes da prefeitura, que contratou o serviço, acompanharam o início dos trabalhos na manhã desta quarta-feira (14).

Inicialmente, a passarela será dividida para facilitar a retirada do local. O material pesa entre 18 e 20 toneladas. De acordo com o secretário municipal de Obras, Urbanismo e Serviços Públicos, Luiz Gonzaga (Luiz da Fazenda), a previsão é que os trabalhos durem três dias.

O secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento, Florentino Cerqueira (Tininho), explicou que a equipe de engenheiros segue elaborando o projeto para uma nova construção. “Seguindo determinação da prefeita Francimara Barbosa Lemos, estamos analisando todas as particularidades do local e, paralelamente, a fonte orçamentária”, contou.

Agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Empresa Municipal de Trânsito (Emtransfi) atuam no isolamento da área para permitir que os trabalhos ocorram com segurança. A Defesa Civil, assessoria de Gabinete da prefeita, o secretário municipal de Pesca, Alcemir Souza (Teté), e o subsecretário municipal de Pesca, João da Ótica, também acompanharam.

Uma forte chuva que atingiu cidades do Norte e Noroeste Fluminense no dia 31 de março resultou no desabamento da passarela, que havia sido interditada um dia antes pela prefeitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *