Inspetores são investigados por permitirem entrada de churrasco no presídio de Campos

A Seap abriu uma sindicancia para investigar dois inspetores que permitiram a entrada de quentinhas de churrasco no presídio de Campos.

As quentinhas que teriam sido enviadas por um homem apontado como chefe de uma facção criminosa seria entregue a um detendo do presídio.

Segundo a Seap, o alimento foi apreendido por um agente da coordenação de Unidades Prisionais do Norte e Noroeste do estado, que flagrou a ação.

Os dois inspetores serão ouvidos nos próximos dias, o caso foi registrado na 146ª DP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *