Morte de andorinhas causa suspeita de envenenamento, Prefeitura de Pádua emite nota sobre o caso

Na noite desta sexta-feira 16 de abril nossa redação recebeu algumas mensagens infirmando que as andorinhas que ficam na praça Pereira Lima começaram a cair das árvores e acabavam morrendo, algumas caiam no asfalto e eram atropeladas pelos carros.

De acordo com moradores que relataram o ocorrido, foi realizado uma poda nas árvores e suspeitam que algum produto usado possa ter envenenado as aves.

¨Gente, que covardia é essa que fizeram com os bichinhos? 😥Os passarinhos tudo tontinhos nas Beradinhas das calçadas,alguns até atropelados por estarem tontos 💔¨ – publicou uma usuário do Facebook

Hoje pela manhã nossa redação continuou recebendo mensagens informando que funcionários da prefeitura passaram a noite recolhendo as andorinhas mortas para que ninguém visse hoje pela manhã, também recebemos mensagens de leitores informando que as andorinhas estavam sendo recolhidas porém estavam vivas.

Entramos em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Pádua, onde por meio da Secretaria de Meio Ambiente emitiu uma nota sobre o caso.

¨A Prefeitura de Santo Antônio de Pádua, na pessoa da Secretária Municipal de Meio Ambiente Juliana Souto, informa que recebeu e apurou uma denúncia sobre um possível envenenamento de aves na praça Pereira Lima, destacando uma equipe para vigilância integral e resgate das mesmas, no dia 16 de abril (ontem).

No local, o monitoramento observou a queda de algumas poucas aves, sendo as mesmas recolhidas e encaminhadas para cuidados da Secretaria, para recuperação e posterior reintegração ao ambiente natural.

Concluiu-se que as quedas das aves foram provenientes de disputas territoriais, naturais e comuns entre andorinhas, constatando a ausência de envenenamento nas mesmas. Tal comportamento é comum em tempos de poda, uma vez que o espaço nativo das mesmas é reduzido, causando pequenas migrações, vindo a normalizar geralmente nos dias seguintes.

A Prefeitura reafirma seu compromisso com o Meio Ambiente, fiscalização rígida e cuidado incessante com nossa fauna e flora local, e não tolera qualquer ação que venha trazer prejuízo para nosso patrimônio ambiental.¨

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *