Netflix vai ao STF contra censura do Especial de Natal do Porta dos Fundos

 A Netflix entrou com uma reclamação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível do Rio de Janeiro, que determinou nesta quarta-feira (08) imediata suspensão do “Especial de Natal Porta dos Fundos: A primeira tentação de cristo”.

A ação foi distribuída para o ministro Gilmar Mendes, mas a decisão deve ser tomada pelo presidente da Corte, ministro Dias Toffoli, que está de plantão nesta quinta-feira (09).

Ontem, o desembargador do RJ acatou o pedido da Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. De acordo com a entidade, na produção, “Jesus é retratado como um homossexual pueril, Maria como uma adúltera desbocada e José como um idiota traído”.

Em primeira instância, a justiça havia negado a suspensão, afirmando que “juiz não é crítico de arte”. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *