Paduano Esporte Clube vai a leilão na próxima terça-feira

O Paduano Esporte Clube vai a leilão devido à 5 processos trabalhistas (2013-2017) e 1 processo Civil de 2007.

O clube em sua rede social emitiu uma nota dizendo:

“Com relação ao Leilão da Justiça do Trabalho marcado para o dia 10 de dezembro, o Paduano Esporte Clube vem esclarecer os motivos:

O leilão acontece devido a 5 processos trabalhistas (2013-2017) e 1 processo cível (2007).

O processo de 2007 se refere a um evento realizado sem autorização no clube, que gerou uma Ação Cívil Pública que denunciaram no Ministério Público.

Com relação as dívidas trabalhistas, os casos foram todos julgados a revelia entre 2014 e 2017, ou seja, não há mais nenhuma possibilidade de recurso. As dívidas somadas neste processo, somam pouco menos de R$ 150mil com valores atualizados. Foi levantada em auditoria, que a dívida entre impostos e trabalhista se aproxima dos R$ 490mil.

Desde o início da semana, estamos tentando um acordo com a Justiça do Trabalho para que não ocorra o Leilão, com a ajuda de parceiros do Rio e de São Paulo, que têm nos dado suporte. Nosso advogados ficaram a manhã toda em reunião no Fórum de Itaperuna, mas ainda uma resposta positiva ainda. Continuamos empenhados em tentar resolver isso e informaremos as próximas situações.

O Paduano ainda possui escritura de dois terrenos no Bairro da Água Iodetada, e está tentando um acordo para que estes sejam leiloados, e não a área do clube.

Temos também a possibilidade de desmembrar alguns terrenos no estádio e efetuar a venda para pagamento das dívidas.”

Nos do Jornal na Boca do Povo acreditamos que a justiça irá olhar com bons olhos e aceitara a oferta do clube em leiloar os outros terrenos.

Paduano é patrimônio do povo Paduano, isso machuca o coração de quem é apaixonado por sua cidade.

O presidente do clube pede aos paduanos que orem, pois nessa ocasião somente Deus pode ajudar, e ressalta que a situação é crítica pois as gestões anteriores não compareceram nas audiências marcadas pela justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *