Passageiros passam mal e reclamam de superlotação em transporte público de Pádua

De acordo com o Decreto Municipal n°215, com validade até o dia 22 de outubro, o transporte público pode utilizar 100% da lotação, porém os passageiros em pé devem resguardar o distanciamento de 2 metros por passageiros

Na tarde desta sexta-feira 05 de novembro, nossa redação recebeu contato de uma passageira e usuária do transporte público de Santo Antônio de Pádua, que faz a linha Pádua x Pirapetinga-MG, relatou sobre algo que aconteceu na manhã dessa sexta-feira.

¨Hoje (sexta-feira) às 7h da manhã quatro pessoas desceram no meio do caminho pois passaram mal, o ônibus está circulando diariamente com excesso de passageiros¨.

Não é de hoje que nossa redação vem recebendo mensagens e fotos de superlotação, das duas empresas responsáveis pelo transporte público do município.

De acordo com o último Decreto municipal referente as normas de combate a Covid-19, Decreto este de n°215 publicado no dia 22 de setembro de 2021 com validade até 22 de outubro, as empresas estariam infligindo as normas do decreto.

Vejamos o que diz o Artigo 11:

¨O transporte público municipal deverá funcionar com a utilização da capacidade de lotação de passageiros sentados de cada veículo, para passageiros em pé que seja resguardada a distância de no mínimo de 2.00m por passageiro.¨

Distância esta que não vemos nas imagens enviadas para nossa redação, os casos ativos da Covdi-19 no município voltou a subir, de acordo com os boletins publicados pela Secretaria de Saúde do Município de Santo Antônio de Pádua nos últimos 11 dias foram registrados 40 casos ativos, e em comparação aos boletins do dia 04 e 05 de novembro foram 14 casos ativos registrados. REVEJA AQUI!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *