Policiais Militares do 36°BPM detém mulher com drogas no bairro cidade Nova em Pádua, drogas também foram apreendidas em Miracema e Aperibé

De acordo com a Seção de Comunicação Social do 36°BPM, na noite deste sábado 30 de outubro, policiais quando em patrulhamento de rotina pela rua Wash Borges Pinheiro no bairro Cidade Nova em Pádua avistou uma mulher abaixada mexendo em um monte de britas.

Momento este quando a mesma observou a aproximação da guarnição se levantando rapidamente, a mesma foi abordada e ao revistar o local onde estava mexendo os militares encontraram 03 pinos de cocaína.

Diante dos fatos o caso seguiu para a 136ª DP em Pádua, já na delegacia a mesma foi revistada por uma policial militar feminina que encontrou na bermuda da mulher mais um pino de cocaína.

Ao ser indagada a mulher de 29 anos informou que iria entregar um pino de cocaína para uma pessoa e iria receber a quantia no valor de R$30,00, a mesma foi autuada e liberada após prestar depoimento.

Ainda neste sábado, policiais militares em patrulhamento pela rua Maria Tereza Sodré Linhares no beco do mineiro no Cruzeiro em Miracema, avistou um indivíduo que ao notar a presença da guarnição se desfez de uma sacola jogando ao chão, de imediato foi feita a abordagem e ao arrecadar a sacola os militares encontraram 10 pinos de cocaína.

Os militares então seguiram até a residência do mesmo e com a autorização de sua genitora foi feita revista no interior da residência onde nada de ilícito foi encontrado.

Juntamente com sua genitora o menor de 17 anos foi conduzido para a 137ª DP onde o caso foi apresentado, o menor foi autuado e liberado após depoimento.

Já em Aperibé os militares abordaram dois indivíduos em atitudes suspeitas próximo a ponte que liga Aperibé a Funil em Cambuci, os mesmos estavam um uma moto Honda Titan 160, e ao realizar revista pessoal os militares encontraram 20g de maconha.

Diante dos fatos o caso seguiu para a 136ª DP em Santo Antônio de Pádua onde os indivíduos de 22 e 23 anos foram autuados no artigo 28 da lei 11.343/06, os mesmos foram liberados após prestarem depoimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *