Prefeitura de Pádua decreta LOCKDOWN em Monte Alegre e Marangatú e edita novo decreto

Na tarde desta quarta-feira 09 de junho a Prefeitura de Santo Antônio de Pádua na pessoa do Prefeito Paulo Roberto Pinheiro em novo decreto alterando algumas medidas e restrições em combate a Covid-19 no município, foi decretado LOCKDOWN nos distritos de Monte Alegre e Marangatú.

De acordo com o decreto n°146/21 fica vedada a permanência de grupo de pessoas e aglomerações de indivíduos nas vias, áreas e praças públicas do município depois das 19h, o decreto mantem o uso obrigatório de máscaras de proteção individual para circulação em espaços públicos e privados.

O decreto ampliou em uma hora o funcionamento dos estabelecimentos comerciais , indistintamente onde poderão funcionar até as 19h.

O decreto também prevê que Bancos e Lotéricas deverão estabelecer atendimento ao público através de agendamento feito telefone ou senha para realizarem o atendimento presencial devendo eliminar as filas externas a frente das instituições.

No artigo 17° decreta LOCKDOWN nos distritos de Monte Alegre e Marangatú, ficando estabelecido barreira sanitárias nos distritos citados.

Fica vedado a permanência de pessoas e aglomeração de indivíduos nas vias, áreas e praças públicas e privadas dos distritos decretados LOCKDOWN.

O decreto informa que todos os estabelecimentos comerciais, indistintamente deverão se encontrar fechados durante a vigência do presente decreto, podendo funcionar apenas os estabelecimentos essenciais abaixo elencados:

  • Farmácias
  • Postos de Combustíveis
  • Postos de Saúde
  • Super Mercados, Açougues e Padarias, estes do íten d observando o limite de horário de funcionamento até as 19h.

O decreto tem início para às 00h do dia 10 de junho com validade até 25 de junho.

VEJA AQUI O DECRETO NA INTEGRA:

Um comentário em “Prefeitura de Pádua decreta LOCKDOWN em Monte Alegre e Marangatú e edita novo decreto”

  1. Sério? Será que o vírus só pega depois de 19h? Como os comerciantes de bares e restaurantes vão sobreviver? Como vão manter os funcionários?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *