RIO MURIAÉ BAIXA E ITAPERUNA COMEÇA A VOLTAR A VIDA NORMAL

O nível da água no Centro de Itaperuna, no Noroeste Fluminense, baixou e a rua Cel. Luís Ferraz, onde fica o Hospital São José do Avaí, o maior da região, já pode ser acessada por pedestres e veículos na manhã desta terça-feira (28). A unidade foi invadida pela água e até esta segunda (27) só era possível chegar ao local de bote.

A embarcação utilizada para transportar os pacientes que precisavam chegar ao hospital até esta segunda-feira ainda está na frente da unidade. Também há muita lama e poças d’água nas ruas. Caixões com os corpos de pacientes que morreram na unidade chegaram a ser transportados de barco.


A cidade foi uma das mais impactadas pelas inundações, que ocorreram de sexta (24) para sábado (25) e afetaram oito municípios da região: Bom Jesus do Itabapoana, Italva, Itaperuna, Porciúncula, Laje do Muriaé, Natividade, Cardoso Moreira e Pádua.

O transbordamento dos rios em consequência das fortes chuvas no Espírito Santo e em Minas Gerais deixa cerca de 15 mil pessoas desalojadas ou desabrigadas.

Segundo informações da Prefeitura de Itaperuna, dois pacientes idosos em estado grave tiveram que ser transferidos em um helicóptero do Corpo de Bombeiros da UPA da cidade para unidades em Campos, nesta segunda-feira.

Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *