TRF2 nega, por unanimidade, pedido de habeas corpus de Pezão

ex-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, continuará detido. A decisão foi tomada pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região nesta quarta-feira (20).

A Primeira Turma negou por unanimidade o pedido de habeas corpus em favor de Pezão. Outro que não conseguiu a soltura foi o subsecretário adjunto de Comunicação na gestão de Pezão, Marcelo Amorim, que é marido da sobrinha do ex-governador.

Outras duas pessoas presas junto com Pezão em novembro conseguiram alvará de soltura.

Segundo o MPF, Pezão teria dado continuidade e aperfeiçoado o esquema de corrupção e recebimento de propina organizado por Sérgio Cabral, seu antecessor no governo do Estado.

*Informações do repórter Rodrigo Viga

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *